quarta-feira, setembro 20, 2017
Inicial > Notícias > Jovem de 22 anos desiste de cirurgia bariátrica e perde 30 kg com crossfit

Jovem de 22 anos desiste de cirurgia bariátrica e perde 30 kg com crossfit

A estudante de direito Alana Capuzzo, de 22 anos, tem uma rotina apertada com dois empregos e as aulas do curso à noite em Ribeirão Preto (SP). Há um ano, no entanto, ela afirma que não seria possível dar conta de tudo por causa do peso. Alana chegou a pesar 120 quilos e viu sua disposição acabar. Para mudar de vida, resolveu encarar uma cirurgia de redução de estômago, mas desistiu do procedimento às vésperas da internação. O motivo? “Não, gente! Eu vou emagrecer sozinha”, diz a jovem, hoje, 30 quilos mais leve.

Alana sempre se viu entre mulheres mais cheinhas. Por muitos anos, atuou como modelo plus size, mas não encarava o peso em excesso como problema. As dificuldades, segundo ela, começaram quando começou a notar a falta de ânimo e o cansaço para qualquer atividade.

“Eu percebi que não aguentava andar um quarteirão que já passava mal. Foi quando eu comecei a mudar meus hábitos para melhorar meu condicionamento, não foi uma obsessão por emagrecer”, conta.

Hoje eu percebo que a gente é o que a gente come, e se a gente come muita coisa que vai engordar, nós vamos ser gordos. Se nós comemos coisas saudáveis, vamos ter uma vida mais saudável.”

Bariátrica dispensada
Em 2014, com 1,65 de altura e 120 quilos, ela deu início ao acompanhamento para realizar a cirurgia bariátrica. O preparatório, no entanto, exigiu a perda de peso. “De setembro a dezembro, eu tinha emagrecido e aí eu cancelei a cirurgia um dia antes”, afirma.

O procedimento estava marcado para o dia 15 de janeiro de 2016. “Falei para mim mesma: ‘desmarquei a cirurgia, agora eu tenho que criar vergonha na cara e conseguir o que eu quero sozinha’. Eu senti a responsabilidade em cima de mim.”

A partir da decisão, Alana procurou ajuda de um preparador físico, que indicou a ela a prática do crossfit, um programa de exercícios de força e condicionamento. A rotina é supervisionada por dois treinadores que dividem as atividades em tempos de 45 minutos. Com os exercícios, Alana gasta uma média de duas mil calorias por treino. “Eu me apaixonei por essa modalidade.”

Leia o restante desta matéria no G1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *